5 alimentos deliciosos e “proibidos” para incluir na dieta low-carb

Você acha que é impossível emagrecer sem contar calorias? E se eu dissesse que na dieta low-carb você poderia comer alguns alimentos deliciosos que muita gente condena? Descubra quais são eles neste post.

A dieta low-carb é uma maravilha, pois não exige que você conte calorias o dia inteiro. Talvez isso pareça loucura à primeira vista, afinal, você deve ter aprendido a sua vida inteira que a contagem calórica é o caminho para emagrecer. Bem, essa afirmação não está completamente errada simplesmente porque todo alimento tem o seu valor energético e, se você opta pelos alimentos errados, o ideal é que você não coma muito dele.

É como se você estivesse comendo “veneno” diariamente e agora, para emagrecer, comesse menos “veneno”. Ou seja, se você faz a escolha errada dos alimentos, é preciso, sim, contar calorias, pois uma grande quantidade de algo que é ruim para o seu organismo irá fazer com que você engorde.

E por que na dieta low-carb eu não preciso contar calorias?
Simples: porque se você mantém a ingestão de carboidratos baixa, seu apetite tende a diminuir na mesma proporção. Consequentemente, isso faz com que você restrinja a ingestão calórica automaticamente, sem aquela necessidade cansativa de contar calorias de absolutamente tudo o que você colocar na boca.

Leia também: E-book 101 Receitas Low Carb

Esse método pode levar a uma perda de peso significativa: cerca de 2 a 3 vezes mais do que uma dieta baseada sem restrição calórica e baixa ingestão de gordura.

E a boa notícia é que existem alimentos que seriam proibidos em outras dietas que você pode comer sem culpa na low-carb. E o melhor de tudo é que, dentro do contexto da dieta low-carb, esses alimentos são saudáveis (mas em uma dieta rica em carboidratos eles seriam um sério problema).

Conheça quais são esses alimentos agora!

1. Manteiga

Não só a manteiga, mas outros produtos lácteos ricos em gordura podem ser consumidos regularmente na dieta low-carb. A manteiga costumava ser um alimento básico e foi demonizado no século XX, por causa da concentração de gorduras saturadas que possui. Foi aí que as pessoas começaram a substituir manteiga por margarina.

Leia também: Farinha seca barriga funciona

Porém, em uma dieta pobre em carboidratos a manteiga pode trazer um bom retorno para a sua saúde. Claro, você não vai substituir uma refeição inteira por uma porção de manteiga: ela deve acompanhar suas refeições, como sempre foi.

Outros alimentos lácteos com alto teor de gordura, como queijo (gordura e proteína) e creme de leite (gordura) são perfeitos na dieta low-carb.

2. Nozes

A dieta low-carb não se baseia apenas em carne e gordura. Além de todos os vegetais, há uma infinidade de outros alimentos que podem ser ingeridos nesse regime.

Leia também: Phytophen funciona

E isso inclui as nozes, além de amêndoas, macadâmia, castanhas etc. Essas oleaginosas são extremamente nutritivas e carregadas de gorduras saudáveis e nutrientes como a vitamina E o magnésio.

Além disso, são muitos os estudos que mostram que pessoas que incluem esses alimentos na dieta têm menor risco de contrair doenças no coração e diabetes.

Leia também: Kifina funciona

A manteiga feita com oleaginosas também é uma boa opção para acompanhar refeições, só tome cuidado para não exagerar na quantidade: elas costumam ser muito calóricas e, por serem muito saborosas, acabamos por perder a conta e comer demais).

3. Chocolate amargo

O chocolate amargo é uma comida extremamente nutritiva, carregada de fibras e antioxidantes poderosos. Claro, não estou falando daqueles chocolates carregados de açúcar que encontramos no supermercado. Aqueles são tão doces e processados que não têm nem o gosto de chocolate de verdade.

Então, se você é chocólatra e quer emagrecer sem largar o chocolate, essa é uma boa notícia! Procure pelas versões que tenham, no mínimo, 70% de cacau na fórmula – esses são os que você pode comer sem culpa.

Estudos já comprovaram que o chocolate traz muitos benefícios para a saúde do coração, pois pode reduzir a pressão arterial, aumentar o HDL (o “bom colesterol”), proteger contra a oxidação do LDL e reduzir a resistência à insulina.

Agora que você sabe dessa informação valiosa, não precisa mais deixar o chocolate para ocasiões especiais. Essa delícia pode ser ingerida várias vezes por semana, vai te ajudar a emagrecer e ainda faz um bem enorme para a sua saúde.

4. Torresmo
Acho que ninguém discorda que torresmo é uma delícia, certo? Esse alimento é basicamente pele de porco frita e muita gente foge dele como se corresse da morte.Mas a verdade que ninguém sabe é que o torresmo é rico em proteína, só que esta é diferente daquelas encontradas em carnes musculares. O que acontece é que algumas pessoas argumentam que comer muita carne de músculo pode fazer com que você fique carente de um aminoácido chamado glicina.

Esse nutriente, no entanto, pode ser encontrado em outras partes do animal, incluindo o torresmo. Ele é muito rico em glicina, além de conter ácido oléico monoinsaturado, o mesmo ácido graxo que é encontrado em abundância no azeite de oliva.

O problema é que torresmo também pode ter um teor elevado de Omega-6 e ácidos graxos, além de não ser tão nutritivo quanto outras partes do animal, logo, coma com bastante moderação.

5. Bacon
Ah, o bacon…essa maravilha da cozinha costuma ser demonizado por nutricionistas e pessoas que querem emagrecer. Isso porque, além de ser uma carne processada, o bacon é rico em gordura saturada.

Bom, em primeiro lugar, você já sabe que a gordura saturada em um dieta low-carb é algo perfeitamente saudável. Em segundo lugar, a maior parte da gordura do bacon é insaturada.

Claro, com tanta carne processada por aí, o recomendado é que você procure por produtos de boa qualidade, que sejam o mais natural possível.

Lembre-se também de que ter bom senso é sempre importante: ingerir grande quantidades desses alimentos, especialmente as manteigas, pode dificultar bastante o seu processo de emagrecimento. A maioria dos alimentos que você consome em um dieta low-carb não deve ser processada, deve ser de alimentos reais, como carnes, peixes, ovos, todos os tipos de legumes, nozes, sementes, gorduras saudáveis e talvez até mesmo algumas frutas.

Claro, você ainda pode comer de tudo, até aqueles alimentos mais proibidos uma vez na vida, isso não irá atrapalhar o seu metabolismo, nem o seu processo de emagrecimento.

Agora, conheça a diferença entre light, diet e zero e descubra quais deles te ajudam a emagrecer e quais podem ser uma verdadeira casca de banana.

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *